Quanto cobrar pelo meu produto ou serviço?

Veja quais fatores considerar ao determinar o preço final do seu produto ou serviço.

Quanto cobrar pelo meu produto ou serviço?
O valor do preço de venda precisa dar um retorno para a empresa capaz de cobrir os custos de produção, as despesas da operação de venda e uma porcentagem de lucro (Imagem de Freepik).

Muitos empreendedores têm dificuldade na precificação de seus produtos ou serviços. Isso ocorre, principalmente, com pequenos empreendedores e com quem está abrindo uma empresa pela primeira vez. Quanto cobrar pelo meu produto ou serviço?

Uma parte dessas pessoas caem no erro de definir o preço de venda do seu produto ou serviço de cabeça ou ainda, criam cálculos gigantescos para determinar o valor, tornando a situação mais complicada do que ela realmente é.

Porém, algo tão importante, não pode ser feito dessa forma. É preciso fazer o cálculo correto da margem de lucro, considerar os custos de produção, dentre outros fatores.

A seguir, nós explicamos tudo o que você precisa saber sobre o assunto para que consiga fazer o processo de precificação com mais facilidade e não tenha prejuízos pela determinação inadequada de preços.

Leia também: O que é Capital Social e como é definido o seu valor?

Como determinar o preço de venda de um produto ou serviço?

O preço de venda é o valor a ser cobrado do cliente para que ele tenha seu produto ou serviço.

O valor do preço de venda precisa dar um retorno para a empresa capaz de cobrir os custos de produção, as despesas da operação de venda e uma porcentagem de lucro.

Dessa forma, antes de determinar o preço final de algo, é necessário fazer um levantamento preciso do quanto você gasta para produzir e comercializar esse item, seja ele um produto ou serviço.

Além disso, ainda é necessário avaliar a concorrência para manter uma margem saudável e para que o valor seja competitivo em relação a produtos ou serviços semelhantes disponíveis na sua região.

Somente após considerar todos esses fatores é que é possível fazer o cálculo que definirá o preço final do produto ou serviço.

Leia também: Novas regras para sociedades anônimas (S.A.).

Entendendo o custo de produção

Todas as empresas possuem custos fixos e custos variáveis. Esses custos são valores que devem entrar no cálculo que determinará o preço de venda.

A partir disso, é possível saber se o produto ou serviço é rentável, se conseguirá cobrir os custos que a empresa terá na produção e venda e se possibilitará manter a empresa ativa.

Vamos supor que você venda brigadeiros gourmet. Você terá gastos com os insumos que são leite condensado, manteiga, chocolate e outros. Também terá gastos com gás de cozinha, resfriador, embalagens, etc. Você também pode ter custos com a entrega do produto, divulgação e outros fatores.

Todas essas informações precisam ser organizadas e calculadas para entender o custo de produção e a partir disso, fazer o cálculo do preço de venda.

Veja também: Imposto de Renda no Lucro Presumido, saiba como calcular!

Como calcular o preço de venda?

Se você chegou até aqui, já conseguiu perceber que o preço de venda adequado para o seu produto ou serviço é resultado do equilíbrio entre os custos totais da produção e o preço de mercado.

Seguindo com o exemplo do brigadeiro gourmet, vamos supor que você tenha um gasto de R$1,50 em ingredientes para produzir cada unidade. E ainda terá um gasto de mais 1 real considerando os gastos com embalagem, água, luz, energia elétrica, transporte e outros. Com isso, os custos de produção do brigadeiro são de R$2,50.

Se você vender cada brigadeiro por R$4,00, terá R$1,50 de lucro sobre cada unidade.

Para quem trabalha com serviços, também é preciso ter uma atenção especial a todos os custos para que exista uma margem de lucro suficiente para manter a empresa ativa e em crescimento.

Quanto maior for a empresa, mais complexo será o cálculo, visto que é preciso considerar tudo que está envolvido no processo de produção e na operação de venda.

E por fim, não se deve deixar de dar atenção à concorrência. O preço do produto precisa ser justo para você, mas também é importante que esteja em equilíbrio com a concorrência para que você consiga vender.

Uma margem de lucro muito pequena não garante que você terá retorno para reinvestir na empresa, bem como um preço acima do mercado pode fazer com que você não encontre clientes suficientes.

Então, sempre compare o preço com o dos concorrentes. Em alguns casos, isso pode até mesmo permitir que você aumente sua margem de lucro, tendo um retorno maior do que o esperado.

Não esqueça de registrar todas as informações em uma planilha para facilitar o cálculo e revisar constantemente, já que os custos de produção vão variar conforme o mercado e a precificação precisa ser revisada de tempos em tempos.

Se você precisa de ajuda nesse processo e quer contar com o suporte de uma equipe de contabilidade especializada, o time da CLM Controller está pronto para te auxiliar. Entre em contato e conheça nosso trabalho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três + 10 =

By continuing, you agree that this website uses cookies solely for statistical purposes and functions that enhance your browsing experience, without personal tracking.