Cuidado com o golpe do boleto!

O uso do boleto ainda é muito comum, por este motivo, os golpistas vêm se aproveitando da ingenuidade das pessoas para subtrair valores através de boletos com código de barras falsificados, o chamado Golpe do Boleto.

Homem aplicando o golpe do boleto na internet
É importante prestar muita atenção no momento de realizar qualquer transação por boleto ou mesmo códigos de barra – (Image by rawpixel.com on Freepik).

O golpe do boleto ocorre quando o consumidor que efetuou uma compra, recebe um documento para pagamento, impresso ou mesmo pela internet, com código de barras adulterado.

Quando o consumidor realiza o pagamento, o valor cai na conta do golpista ou de um “laranja” envolvido com o golpe e não para a instituição devida.

É importante prestar muita atenção no momento de realizar qualquer transação por boleto ou mesmo códigos de barra. Os golpistas se aproveitam da falta de atenção do consumidor para aplicar esse tipo de golpe, portanto, é fundamental conferir todas as informações da instituição.

Saiba também: O que preciso saber para trocar de contador?

Esse golpe do boleto é muito comum atualmente!

Já estamos cansados de ver na TV ou mesmo entre amigos, este tipo de golpe. Empresas que não existem, dados expostos na internet, celular roubado com as informações do usuário, super desconto, são alguns exemplos do que acompanhamos no dia a dia, e podem causar transtorno ao consumidor.

Veja mais: Imposto de Renda no Lucro Presumido, saiba como calcular!

Os golpistas variam o método e se utilizam da criatividade para enganar o consumidor, veja os golpes mais comuns:

“Mandamos o boleto por engano…” ou “Segue um novo código de barra para pagamento” – Fique atento!

O golpista entra em contato falando que vai enviar novo boleto ou código de barra, afirmando que o documento anterior foi cancelado por desvio ou engano. A fatura é uma cópia fiel da original, por isso, sempre que for realizar uma compra, se atente para pagar apenas o boleto emitido pela loja responsável. No caso de uma “segunda via”, se você realmente solicitou, só pague a fatura, quando vencer a primeira!

Quer uma planilha para executar o cálculo do Lucro Presumido? Baixe agora.

Pressão por meio de e-mail com título: “Não constatamos o pagamento” ou mesmo “Seu boleto está em aberto”.

Outro golpe comum! Visto que os golpistas contam com o desespero do consumidor em pagar o que é devido, eles encaminham um link, um PDF ou outro arquivo anexado ao e-mail.

Esse link faz com que o consumidor acesse uma página falsa onde é direcionado a baixar um arquivo malicioso que altera os dados de pagamento do boleto para o número da conta do golpista.

Antes de abrir qualquer arquivo, é importante que passe um antivírus para ter certeza que não é um golpe.

Saiba o que é contabilidade consultiva, acesse a matéria!

Empresas que não existem ou Descontos fantásticos são iscas para aplicar o golpe do boleto.

Os golpistas desenvolvem sites ou landing pages, idênticas a grandes lojas, oferecendo produtos com valores muito abaixo do que comercializam no mercado, contando com a ganância das pessoas! Não existe milagre, vale checar junto a empresa se o item está com valor promocional tão baixo. Veja se existe reclamação e se o domínio da página corresponde ao da empresa.

Sua empresa está preparada para a LGPD? Tome cuidado… Veja do que se trata!

Crédito pré-aprovado ou Desconto para pagamento de dívidas também são artifícios para aplicar o golpe.

Através da receptação dos dados do usuário, o larápio sabe se existe alguma dívida no nome da pessoa e entra em contato para oferecer crédito fácil com juros extremamente baixos ou descontos absurdos para quitação das dívidas. Se você se interessou pela proposta, entre em contato com a empresa em questão antes de contratar qualquer serviço!

Quais são os riscos de vender sem nota fiscal?

Fique sempre atento ao golpe do boleto!

Sempre que duvidar de qualquer transação, vá até o site oficial da empresa, entre em contato para maiores esclarecimentos e nunca faça nenhuma negociação via WhatsApp ou e-mail.

Fica a dica:

  • Analise o boleto;
  • Veja os dados da empresa e do beneficiário;
  • Confira o valor;
  • Atenção no código de barras (os números referentes ao código do banco emissor da guia são sempre os três primeiros números exibidos no código da fatura);
  • Preste muita atenção as dicas e novidades sobre segurança digital.

Se você está em busca de um escritório com expertise e profissionais de alto nível para atender as demandas do seu negócio, conheça a CLM Controller.

Temos mais de 40 anos de atuação no mercado, atendendo empresas de todos os tamanhos com profissionalismo, credibilidade e eficiência. Entre em contato conosco para tirar suas dúvidas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − 4 =

By continuing, you agree that this website uses cookies solely for statistical purposes and functions that enhance your browsing experience, without personal tracking.