Quanto custa um funcionário para minha empresa?

Um grande erro cometido pelos empresários é avaliar as despesas com os seus funcionários apenas com base nos salários – sem considerar todos os outros custos que estão envolvidos na contratação. Leia toda a matéria e saiba quanto custa um funcionário para sua empresa.

Quanto custa um funcionário para minha empresa?
Para avaliar quanto custa um funcionário é necessário analisar todas as despesas que surgem no momento em que uma empresa decide fazer a contratação.

Antes mesmo de contratar um funcionário já é preciso encarar despesas com recrutamento e seleção de profissionais. Após realizada a contratação, surgem os gastos com capacitação, treinamento e as despesas mensais com salários e encargos.

É justamente quando analisamos esses encargos que os custos realmente aparecem. São muitos os encargos que estão envolvidos no pagamento do salário a um funcionário – chegando a elevar os gastos mensais em mais de 65%.

Para que você tenha mais consciência sobre os gastos mensais da sua empresa, veremos neste artigo quanto custa um funcionário para a sua empresa. Confira.

[E veja também]: Quais são obrigações mensais e anuais do Simples Nacional?

Como avaliar quanto custa um funcionário?

Para avaliar quanto custa um funcionário é necessário analisar todas as despesas que surgem no momento em que uma empresa decide fazer a contratação. Muito mais do que o valor do salário, são vários os custos que estão direta ou indiretamente relacionados.

Mesmo considerando as diferentes formas de contratação de funcionários e todas as alterações promovidas com as reformas trabalhistas, é possível destacar quais são os principais despesas que ajudam a entender quanto custa um funcionário para a sua empresa.

[Veja também]: Lucro Presumido x Simples Nacional: entenda qual o melhor regime tributário para você.

Recrutamento

Os gastos começam antes mesmo que o funcionário esteja trabalhando para a sua empresa. Desde o momento da divulgação de uma nova vaga já iniciam as despesas desse novo funcionário – que incluem todo o processo de recrutamento e seleção do candidato.

[Saiba mais]: PIS e COFINS Monofásico Simples Nacional: como economizar dinheiro?

Capacitação e treinamento

Depois de contratado, o funcionário precisa passar por um período de treinamento e capacitações, certo? Em muitas empresas, esses são gastos recorrentes ao longo dos anos – representando mais despesas.

[Veja ainda]: Como emitir Nota Fiscal no Lucro Presumido?

Salário

Ao analisar quanto custa um funcionário para a empresa, o salário é o principal valor considerado, não é? Mesmo com todos os outros gastos que estão relacionados ao salário pago, esse continua sendo o maior custo de um funcionário para a organização.

[BAIXE AGORA]: Quer uma planilha para executar o cálculo do Lucro Presumido?

Benefícios e encargos

São nos benefícios e encargos que está o grande segredo para analisar quanto custa um funcionário para uma empresa. Entre essas despesas estão INSS, FGTS, férias, 13º salário, vale-transporte, entre outros benefícios e encargos.

[LEIA TAMBÉM]: Imposto de Renda 2023, veja o que você precisa saber!

Outros custos

Podem existir diversos outros custos que variam entre uma empresa e outra. Um ótimo exemplo disso é o custo com o uniforme de um funcionário que precisa ser renovado com uma certa regularidade.

Invoice, o que é e como funciona? ACESSE A MATÉRIA E BAIXE O MODELO.

Análise dos custos de um funcionário

Apesar de todos os custos que acabamos de ver, grande parte das despesas relacionadas ao funcionário estão concentradas no salário e nos encargos. Além disso, são justamente esses os gastos mais difíceis de serem identificados pelos empresários.

Para ajudá-lo a conseguir calcular exatamente quanto custa um funcionário para a sua empresa, vamos compreender os custos que estão envolvidos nos diferentes regimes tributários.

[Não perca]: Empresas optantes pelo Lucro Real ou Lucro Presumido

Veja quais são os principais encargos que incidem sobre o salário de um funcionário de empresas optantes pelo Lucro Real ou Lucro Presumido:

  • Férias: 11,11%
  • 13º salário: 8,33%
  • INSS: 20%
  • Seguro acidente de trabalho (SAT): 3%
  • Salário educação: 2,5%
  • Incra / SENAI / SESI / SEBRAE: 3,3%
  • FGTS: 8%
  • FGTS/Provisão de multa para rescisão: 4%
  • Previdenciário sobre 13º/Férias/DSR: 7,93%
  • Total: 68,18%

Isso significa que um funcionário que possui o salário de R$2.000,00 pode representar um custo aproximado de R$3.360 para a empresa – além dos gastos com Vale Transporte e Vale Refeição.

Empresas optantes pelo Simples Nacional

Já as empresas optantes pelo Simples Nacional estão isentas de recolherem alguns tributos e encargos. Por essa razão, os custos de manter um funcionário também são menores:

  • Férias: 11,11%
  • 13º salário: 8,33%
  • FGTS: 8%
  • FGTS/Provisão de multa para rescisão: 4%
  • Previdenciário sobre 13º/Férias/DSR: 7,93%
  • Total: 39,37%

Isso significa que um mesmo funcionário que possui um salário de R$2.000,00 pode representar um custo aproximado de R$2.788,00 para uma empresa do Simples Nacional – além dos gastos com Vale Transporte e Vale Refeição.

Baixe Grátis [Planilha] Cálculo Simples Nacional 2022

Você gostou das dicas para identificar quanto custa um funcionário para a sua empresa? Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Deixe o seu comentário!

4 thoughts on “Quanto custa um funcionário para minha empresa?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 4 =

By continuing, you agree that this website uses cookies solely for statistical purposes and functions that enhance your browsing experience, without personal tracking.